EM COMUNICADO CONJUNTO, ODAIR E ULYSSES ANUNCIAM R$ 750 MIL À SAÚDE
28 de julho de 2021
EDITORIAL: Museu do Café -um novo espaço para a educação
31 de julho de 2021

Obra no Bairro Bom Recanto tem significado ampliado para moradores da região

Somente um jornal com 47 anos de memórias e de arquivos sobre o Município é capaz de contextualizar a importância de uma pequena obra para a cidade. Dias atrás, a Secretaria de Obras do Município finalizou a ligação das ruas Alagoas e Bahia, que dão acesso às moradias do Bairro Bom Recanto com a região do trevo de acesso ao Pastifício Santa Amália, na Rodovia BR-267. Um trecho curto, mas, de grande significado.

Entre o final da Gestão do então prefeito José Carlos Vilela e o início da Administração de José Miguel de Oliveira (hoje, vereador), a comunidade do Bairro Bom Recanto enfrentou diversos alagamentos, devido às cheias do Córrego Curtume. A população ficava ilhada, sem ter como sair de casa. Em seu primeiro mandato, José Miguel construiu uma galeria subterrânea de águas pluviais, que cruza a Praça 08 de Março e as Avenidas Arthur Bernardes e Renato Azeredo, desaguando no Rio Machado.

Naquela época, um acesso por outra via era debatido e considerado importante para o socorro às vítimas das inundações; passados os anos, outro acesso era fundamental para mobilidade e locomoção. – Apenas um trilho e uma pinguela, entre terrenos baldios (sobre o Córrego Curtume), ligavam o Bom  Recanto às proximidades do prédio da FOLHA MACHADENSE, na Avenida Ricardo Annoni Filho.

Com a obra, os moradores conseguem se locomover com mais rapidez em direção ao Lago Artificial, ao Campo de Futebol do Guarani e à Rodovia Vital Brasil, entre outras conexões com o Jardim das Oliveiras, por exemplo, que ainda estava em construção.

 

Olá, em breve o atenderemos. Obrigado.

Fale conosco pelo Whats