quarta-feira, 28 de fevereiro de 2024

A informação a um clique de distância!

Faça o seu login ou Assine a folha

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Email

DISPARAM REGISTROS DE CASOS DE COVID-19. Em 24 horas, 80 novos casos

Falta de ações concretas e medidas mais rígidas, para alguns setores, provocam a disseminação do vírus

Sem ações concretas e rígidas para alguns setores, Machado tem se notabilizado na região com o grande número de casos diários de pessoas infectadas pelo Novo Coronavírus. Ontem, quarta-feira, dia 28, a Secretaria Municipal de Saúde divulgou balanço de 80 novos casos, em 24 horas.

Enquanto parte dos comerciantes teve seus negócios fechados por três semanas, seguindo as orientações do Programa ‘Minas Consciente’, a mobilidade urbana nas ruas continua a mesma. – Pelo número de carros em circulação e pessoas sem máscaras, em Machado, tem-se a falsa impressão de que a pandemia acabou.

Os números são alarmantes e o Poder Público continua em dificuldade em comunicar-se com a população sobre a gravidade da doença. Faltam exemplos, liderança e pulso firmes. – Na Capital, por exemplo, o prefeito de BH, Alexandre Kalil, conseguiu reduzir índices de contágio e de ocupação de leitos hospitalares. O número de carros em circulação nas ruas de Belo Horizonte é infinitamente menor do que em dias comuns.

A cada dois dias, em média, uma pessoa conhecida do círculo de amizade de cada machadense é sepultada, vítima de COVID-19.

Vereador Robson Amano solicita reunião de emergência para tratar do assunto, hoje, quinta-feira, dia 29/04, no final da tarde.