quarta-feira, 28 de fevereiro de 2024

A informação a um clique de distância!

Faça o seu login ou Assine a folha

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Email

TRÊS ATLETAS QUE ESTAVAM EM ACIDENTE AÉREO JOGARAM EM EQUIPES DA REGIÃO

Três atletas do acidente aéreo de Palmas jogaram em Minas

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais manifestou, na manhã desta segunda-feira, dia 25, pesar pelo falecimento do presidente e quatro atletas do Palmas Futebol e Regatas, em acidente aéreo, ocorrido na manhã de domingo (dia 24), no Estado do Tocantins.

Ranule Gomes dos Reis era mineiro, de Várzea das Palmas (Norte do Estado), tinha 27 anos e teve passagem por times mineiros, tais como Democrata, Guaxupé e Tupi.

Marcus Molinari, de 23 anos, jogou por Villa Nova, Araxá, Tupi, Ipatinga e Tupynambás. Ele era filho de Marinho, ex-jogador do Atlético.

Guilherme Noé tinha 28 anos e jogou pela Caldense, Tupi e Ipatinga.

Faleceram ainda o jogador Lucas Praxedes, de 23 anos; o presidente do clube, Lucas Meira, de 32 anos; e o piloto da aeronave, comandante Wagner Machado.

Fotos: Reprodução GE.com
Na foto principal, Guilherme Noé, que tinha 28 anos e defendeu a Caldense, em 2016

Molinari, com a camisa do Santos FC, jogou pelo Vila Nova e Tupi, entre outras equipes mineiras

Ranule Gomes, 27 anos, atuou pelo Guaxupé e Tupi, entre outros