sábado, 24 de fevereiro de 2024

A informação a um clique de distância!

Faça o seu login ou Assine a folha

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Email

SEM VACINAS E EM MEIO À ESCALADA DA COVID-19, PREFEITURA AUTORIZA AULAS PARA ABRIL

Em meio à escalada de transmissão de casos de COVID-19 em Machado e na região [e, por todos os estados brasileiros] e da falta de medidas mais enérgicas para reduzir a mobilidade social, a Prefeitura de Machado autorizou, para o dia 05 de abril, a retomada, gradual, das aulas presenciais em escolas da rede particular de ensino. – Dependerá, claro, da ‘onda’ sanitária que a região estiver, de acordo com o Plano Minas Consciente, e de várias medidas protetivas que cada instituição terá que adotar.

Festas e aglomerações entre jovens, principalmente, fizeram o número de infectados por COVID-19 disparar no Brasil. Referência Regional de Saúde, a Santa Casa de Alfenas tem 100% dos leitos de UTIs, reservados para pacientes com coronavírus, ocupados. Em Machado, concentrações de jovens durante à noite chamam à atenção. Filas do lado de fora de agências bancárias passaram a integrar parte da paisagem urbana, em Machado. – Não há leitos de UTI na Santa Casa de Machado.

Ano passado, os ex-prefeitos Julbert Ferre e Ana Maria Gonçalves adotaram medidas mais duras para tentar frear a entrada de pessoas na cidade; inclusive, com instalação de barreiras sanitárias. – Em Carvalhópolis, três vereadores teriam contraído a doença e transmitido para parentes. – Em Machado, o atendimento na Câmara de Vereadores foi suspenso ontem, dia 10/03, depois que um funcionário testou positivo para a COVID-19.

A Prefeitura de Machado postou em rede social hoje, quinta-feira, dia 11, às 14 horas, que o atendimento no Paço Municipal será interrompido amanhã, sexta-feira, dia 12, no Gabinete do Prefeito, devido ao aumento do número de casos de Coronavírus. – Outros setores terão atendimento limitado. Em nota, o prefeito disse que irá intensificar a fiscalização à noite e aos finais de semana.

Governadores de vários estados brasileiros defendem lockdown nacional por 14 dias. Ontem, foram registradas 2.349 mortes em todo o País.

Ontem, dia 10/03, Fernando Corredor, atleta amador de Machado, protestava em frente à agência do Banco Itaú, na Praça Antônio Carlos