sábado, 24 de fevereiro de 2024

A informação a um clique de distância!

Faça o seu login ou Assine a folha

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Email

PROJETO ‘OLHOS QUE GUIAM’ CHEGA A MACHADO

Voluntários de Alfenas e Machado deram início, sábado passado, dia 29 de agosto, ao Projeto ‘Olhos que Guiam’, uma ação coletiva que se espalha por diversas cidades do Brasil e do mundo.

Em Machado, o projeto tem a coordenação de Daniel Ribeiro Silveira e do Sargento da Reserva (Polícia Militar do Meio Ambiente), José Carlos, ambos de Alfenas.

Segunda-feira, dia 31, voluntários e as pessoas envolvidas puderam pedalar, novamente, às margens do Lago Artificial de Machado.

Kelly Maria Pereira Dias, 23 anos, estudante de Fisioterapia, em Alfenas, é uma das machadenses que participa do Projeto. Kelly é deficiente visual; aos 11 anos de idade, um tumor provocou a perda gradual da visão. – Duas outras machadenses estão inscritas no Projeto, que aguarda a doação de mais uma/ou duas bicicletas para melhor atender às pessoas deficientes visuais.

Lazer que se transforma em melhora da autoestima. Prática esportiva que fortalece a saúde da pessoa. “Liberdade e segurança: pedalar sem medo”, comentou Kelly, filha de José Jacinto Pereira Dias Neto e Laura Lúcia Pereira Dias, residentes na Vila Centenário, em Machado.

O objetivo é realizar as pedaladas, na orla do Lago Artificial, às segundas-feiras e, provavelmente, aos finais de semana. Mas, tudo depende da doação de pelo menos mais uma bicicleta, pois, a única ‘bike’ especialmente construída para o ciclismo em dupla, também atenderá deficientes visuais de Alfenas.

A conversa sobre a introdução do Projeto ‘Olhos que Guiam’, em Machado e Alfenas, teve início no começo do ano, numa faculdade de Alfenas. Com a pandemia, as aulas presenciais foram interrompidas, mas, as conversas continuaram. Através das redes sociais, Kelly, Daniel Silveira, Sargento José Carlos e outros voluntários continuavam a se comunicar. E, uma bicicleta foi encomendada a uma fábrica; o equipamento custou R$ 1.900,00. Por conta da pandemia, o preço inflacionou para cerca de R$ 2.600,00.

Ontem, segunda-feira, dia 31 de agosto, a FOLHA MACHADENSE teve o primeiro encontro com o grupo, que, informou ter entrado em contato com algumas empresas com a finalidade de angariar recursos para compra de novas bicicletas.

SERVIÇO: Contatos podem ser feitos através das redes sociais: @olhosqueguiamalfenas ou pelo telefone 9 8866-8538. [Toda segunda-feira o Sargento José Carlos está em Machado; sua esposa é natural de Machado].

Fotos: Olhos que Guiam
Pedaladas ocorrem às margens do Lago Artificial, em Machado

Com a iniciativa [que promove a inclusão social], a Administração Municipal precisa rever as regras de acesso e de circulação de veículos e pedestres na orla do Lago Artificial; um dos melhores espaços de lazer do sul de Minas.
O entorno do Lago necessita de regras rígidas para a segurança da população como um todo: crianças, jovens, adultos, idosos e deficientes visuais.
A orla do Lago Artificial [Alameda Donatília Passos Swerts] necessita ser fechada para a circulação de veículos, em alguns momentos.