quarta-feira, 19 de junho de 2024

A informação a um clique de distância!

Faça o seu login ou Assine a folha

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Email

“PRESENÇA DE LIBERAÇÃO PLANETÁRIA”, GIUSEPPE MARIVO, Colunista da Folha

PRESENÇA DE LIBERAÇÃO PLANETÁRIA
ORDEM DE LUZ PARA O PLANETA
COMANDÂNCIA DIVINA DO AMOR

A TODOS OS HABITANTES DO PLANETA TERRA

A Presença de Liberação Planetária, atuando em consequência de urgência que envolve o Planeta, faz um chamado a todos os habitantes do Planeta Terra para que reflitam sobre a grave situação que os envolve e meditem a respeito dos eventos que nele acontecem, e, com base nisso, decidam que ação devem fazer. Assim, vocês são convidados a refletir sobre suas próprias ações, sobre o que cada um, no seu dia a dia, despeja sobre o Planeta: refletir, cada um, se está consciente, ou não, da sua existência, do seu fazer, da sua vida. É necessário que vocês façam um balanço, seja externo como interno e, com base nele, refletir e ver se vocês têm possibilidade de continuar vivendo em um Planeta prestes a explodir por causa do peso da inconsciência e ignorância de seus habitantes, os quais irrefletidamente têm contribuído para o caos que os envolve.

Habitantes do Planeta Terra, se meditarem no anterior poderão dar-se conta de que o panorama do Planeta é muito escuro, já que está sombreado pela ameaça de destruição que paira sobre ele, e com o qual tu tens colaborado amplamente, dando rédias soltas a teus desejos pessoais, às ambições de poder, aos desenfreios sexuais, às manias que de uma ou outra forma tens manifestado, sem pensar que cada pensamento, emoção e ação emanadas de ti estavam contaminando teu entorno, da tua comunidade, tua nação e o Planeta, como a toda gama de seres que habitam contigo na Terra. Poderás ver que, irrefletidamente tens contribuído a criar os arsenais atômicos que pululam na face do Planeta, já que teus pensamentos de ira, de raiva, de ódio, teus sentimentos obscuros deram vida em mãos de outros, às armas nucleares, criadas para destruir, sem pensar que ninguém é dono de sua vida, e por conseguinte da vida dos outros.

Já que a Vida que os anima tem sido dada pelo O TODO SER, para que fosse amada, fosse liberada em Consciência Luz sobre seus semelhantes, sobre o Planeta, abençoado dia a dia a maravilhosa experiência de viver em um Planeta coberto pelo Amor, pela Luz, pela Unidade, pela Presença do Pai-Mãe.

Habitantes do Planeta Terra, poderão ver quão mesquinhos são seus sentimentos, suas ações, por que ao invés de Glorificar a Luz, vocês têm glorificado seus desejos, suas baixas paixões, entregando-se a conquista dos mesmos, sem pensar no dano que ocasionam à vida que lhes tem sido dada como um presente de Amor, para que fosse manifestado o Ser Divino que cada um carrega. Acaso vocês têm pensado nEle? Têm tido tempo para Ele? NÃO! pois permaneceram agarrados à matéria, adorando as formas criadas pelos homens, desejando-as ambiciosamente; mas neste ato vocês são controlados por elas, roubando-lhes assim a energia vital, sumindo-se no sono da inconsciência e ignorância, levando-se a si mesmos para a destruição. Mediatizados como estão, vocês não vêm o perigo que têm em frente e se julgam livres, sem dar-se conta que são prisioneiros, e estão em prisões escuras, carregadas de ódio, dor, morte e necessidades de todo tipo. Sendo assim, vocês crêm que têm possibilidades de sobreviver em um planeta carregado de bombas atômicas, em mãos de uns quantos, que em qualquer momento podem fazê-las explodir? A isto se soma o desespero das Forças Elementais, que ao ver a inconsciência dos homens desejam libertar o Planeta da ameaça de destruição, pulsando então para varrer de sua face, aos homens e sua carga de iniquidades. Reflitam, pois dia a dia se agrava a situação do Planeta, a situação de vocês.

Habitantes do Planeta Terra, é necessário que despertem do sono que os entorpece, da inconsciência e ignorância que os afoga, da fantasia criada pelos egos, de sua ilusória existência. Não têm sentido a irracionalidade de suas ações. É doloroso vê-los perambular como autômatos, sem um centro real, girando inconscientemente ao redor da órbita prefixada pelas forças obscuras que os controlam. Onde está o desejo de seus seres? Sepultado na inconsciência. Não pensam na Centelha Divina que mora em cada um? Por que se entregam à negra voragem que os leva à destruição? DESPERTEM! Sintam o chamado que fazem seus seres.

Sintam a dor que os afogam, ao vê-los ir em direção à morte, sem pensar no verdadeiro propósito de sua existência, no porquê e para quê de suas vidas. DESPERTEM!

Até quando vocês julgam que durará esta situação? Ou por acaso é melhor que sejam destruídos, para limpar o Planeta de tão vergonhoso panorama? O que estão esperando? Se não sentem o grito de seus seres, o angustiante chamado do Planeta, será melhor que tudo acabe de uma vez, pois não tem sentido que o homem viva para destruir, para danificar os outros sistemas de Vida que se desenvolvem no Planeta. Não tem sentido que as Forças da Luz lutem para manter com vida algo que não merece viver.

Seres do Planeta Terra, já que a personalidade não escuta, escuta, escutem vocês. Seres de Luz, clamem por sua Liberação, pela Manifestação da Condição Luminosa que cada um É. Vocês moram nas sombras, mas vocês têm direito de ser Livres, e a Presença da Liberação Planetária está pulsando para Plasmar o Arquétipo Divino da Terra, e n’ELE TUDO É LUZ. Está contemplada a Pureza de cada Centelha Divina. Portanto, para ti, que agora sabes d’Ele, é esta mensagem, porque como Condição Luminosa te afogas e gemes nas sombras. Luta! Não durmas! Não permitas que te destruam! Por isso a Comandância Divina do Amor te oferece esta oportunidade; aferra-te a ela, pois TENS DIREITO DE SER LIVRE, A PARTICIPAR DAS QUALIDADES DIVINAS DO TODO SER. POIS TU ÉS EM CONSCIÊNCIA LUZ A SUA IMAGEM E SEMELHANÇA; ÉS LUZ. Esta é tua oportunidade de ser Livre. Aproveita-a!

Em Ação de Luz, em Manifestação de Amor, pela Liberação do Ser que mora no Planeta Terra, pela Manifestação do Arquétipo Divino deste Planeta,

Pela Comandância Divina do Amor,
UNIXITRON

Comandante das Forças de Liberação

  • Colaborou Giuseppe Marivo, italiano radicado no Brasil desde a década de 1970, empresário, ciclista de longas distâncias, morador de Poço Fundo.