quarta-feira, 19 de junho de 2024

A informação a um clique de distância!

Faça o seu login ou Assine a folha

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Email

“OS 113 ANOS DO GALO MINEIRO”, por Rosemar Brigagão

Galo 113 Anos!

Fundado em 25 de Março de 1908, por um grupo de estudantes de classe média, o Clube Atlético Mineiro, o Galo, comemorou na última quinta feira, dia 25, 113 anos de história.  Sua primeira partida oficial foi em 21 de março de 1909, na vitória por 3 a 0 contra Sport Club Foot-Ball; e, o primeiro gol na sua história foi marcado por Aníbal Machado. Sempre protagonista, o Atlético inaugurou em 1929 o primeiro estádio de Minas Gerais, o Estádio Antônio Carlos. Time de raça, de tradição, de conquistas e principalmente de uma torcida apaixonada que apoia incondicionalmente, tanto em campo, como fora dele.

Tivemos grandes jogadores como Mário de Castro, Zé do Monte, Guará, Kafunga, Dadá Maravilha, Reinaldo, Éder Aleixo, Toninho Cerezo, Luizinho, João Leite, Marques, Guilherme, Valdir Bigode, Taffarel, Ronaldinho Gaúcho, Victor, Leonardo Silva, Diego Tardelli, Bernard, Jô, o nosso querido amigo Elzo, entre tantos outros que fizeram história no clube. Atletas que deram o sangue e derramaram suor honrando o nosso manto.

O Galo é o maior Campeão Mineiro, com 45 títulos; primeiro Campeão Brasileiro, em 1971; Campeão da Copa dos Campeões (FBF), em 1937; Campeão da Copa dos Campeões (CBD), em 1978; duas vezes Campeão da Copa Conmebol (1992 e 1997), que é a atual Copa Sul Americana; Campeão da Copa Libertadores da América de 2013; da Recopa Sul Americana e também da Copa do Brasil, em 2014. Muitos títulos poderiam vir, se não fosse a roubalheira, principalmente da arbitragem.

Comemoremos torcedores! Um clube que passou por tantos problemas, principalmente financeiros, está novamente tomando corpo e teremos um futuro promissor. Hoje, temos um planejamento que vai fazer com que o Galo se torne um dos maiores times do Brasil e da América. Temos um time forte com Hulk, Nacho Fernández e com os jogadores que chegaram no ano passado, tais como Keno, Rafael, Junior Alonso, Savarino, Alan Franco, Matias Zaracho, Guilherme Arana entre outros. Tenho certeza que também ficarão marcados na história do clube.

Através deste planejamento, com consultorias realizadas, com a contratação dos jogadores, com os investimentos dos mecenas Rubens Menin, Rafael Menin, Ricardo Guimarães e Renato Salvador, estamos formando um time competitivo com o técnico Cuca no comando, que, provavelmente, irá brigar por títulos esse ano; e, no próximo ano, quando iremos inaugurar a nossa casa, a Arena MRV. Agora é hora de colher o que plantamos! Parabéns Galo! Parabéns Massa Alvinegra! Parabéns Nação Atleticana! Muita coisa boa vem por aí, vamos acreditar!

Aqui é Galo!

Rosemar Brigagão
Colunista da FOLHA MACHADENSE