quinta-feira, 25 de abril de 2024

A informação a um clique de distância!

Faça o seu login ou Assine a folha

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Email

NetZero e EISA vão fazer importante anúncio a cafeicultores de Machado e região

NetZero, green tech francesa pioneira na valorização de resíduos agrícolas em biochar, e EISA café, Empresa Interagrícola S.A. do Grupo ECOM, farão, quinta-feira (1º de fevereiro), o anúncio de um projeto conjunto inovador entre as duas empresas que beneficiará todos os produtores de café da região.

A partir do anúncio desta parceria, produtores locais poderão conhecer o projeto, compreender os benefícios na produção do café, bem como firmar parcerias. Há a previsão de contratação de trabalhadores e fornecedores da região, visando fortalecer a economia local.

A NetZero atua atualmente em Lajinha (MG) e em Brejetuba (ES). As fábricas da NetZero recolhem as cascas de café de produtores associados e as utilizam como matéria-prima para produzir biochar, um poderoso condicionador de solo. Em troca das suas cascas de café, o cafeicultor recebe gratuitamente parte do biochar que é feito a partir de suas cascas e compra o restante próximo ao preço de custo.

Do outro lado está a EISA, um importante ator local que faz parte do grupo ECOM, um dos maiores líderes globais no comércio de café, algodão e cacau. A EISA é conhecida especialmente pela sua penetração em diversos municípios da região e seu enorme potencial de processamento, armazenamento e comercialização de café.

De acordo com Carlos Santana Jr., diretor comercial da EISA, “esta parceria com a NetZero faz parte do roteiro estratégico da EISA para gerar valor aos agricultores, entregando soluções que possam conciliar produtividade, foco em uma agricultura regenerativa e consequente sustentabilidade da atividade do cafeicultor”.

Fábrica da Net Zero, que recolhe as cascas do café dos produtores da região

 

SOBRE A NETZERO

A NetZero foi fundada em 2021 por Axel Reinaud, Dr. Jean Jouzel, Aimé Njiakin, Olivier Reinaud e Pedro de Figueiredo. A sua missão é trazer escala para o biochar, uma das poucas soluções climáticas que podem remover duradouramente o carbono da atmosfera, bem como uma das poucas soluções agrícolas que permitem conciliar produtividade e sustentabilidade.

Ao aproveitar o biochar nos trópicos ao longo de um modelo único, a NetZero enfrenta simultaneamente três desafios prementes nos países em desenvolvimento: alterações climáticas, agricultura sustentável e desenvolvimento rural global. Desde abril de 2023, a empresa tem dois locais operacionais: uma fábrica-piloto em escala real, em Camarões, e uma fábrica comercial no Brasil. Possui também outra fábrica em construção no Brasil e várias em preparação para 2024.

A NetZero é vencedora do Milestone Award da competição XPRIZE Carbon Removal da Fundação Musk. Também recebeu o selo ‘Efficient Solution’ da Fundação Solar Impulse e é vencedora do prêmio ‘Green Tech’ dos Tech for Good Awards. Além disso, é um projeto de remoção de carbono certificado pelo padrão internacional Puro Standard. O objetivo a médio prazo da NetZero é atingir uma capacidade anual de remoção de 2 milhões de toneladas de CO2 até 2030, melhorando simultaneamente o nível de vida de dezenas de milhares de agricultores.

Leia mais em: www.netzero.green

 

SOBRE A EISA CAFÉ

A EISA café faz parte do Grupo ECOM, fundado em 1849, é uma das maiores e mais respeitadas tradings de commodities do mundo, com foco em sustentabilidade e responsabilidade social.

A empresa tem 40 escritórios em 35 países produtores de commodities, oferecendo serviços integrados de origem, processamento e distribuição. Seus principais produtos são café, algodão e cacau, mas também atua em outros segmentos agrícolas.

O grupo se destaca nos mercados que participa: é um dos dois maiores traders de café do mundo; possui o maior moinho de café do planeta; está entre os quatro maiores do setor de cacau e entre os cinco maiores do setor de algodão. Essas posições demonstram seu compromisso com a inovação e a liderança na indústria de commodities leves.

Leia mais em: www.ecomtrading.com