segunda-feira, 24 de junho de 2024

A informação a um clique de distância!

Faça o seu login ou Assine a folha

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Email

“FISGADA NELES” – Fábio Ribeiro e a pesca esportiva

FISGADA NELES
01/07/2020

Falou de esporte logo lembramos de bola, certo? Errado!
É claro que nosso querido futebol, o eletrizante basquetebol, o majestoso vôlei e o ‘pegado’ handebol são, sem dúvidas, esportes incríveis e considerados os mais praticados; porém, hoje, vou fazer você voltar à atenção pra um esporte que tem feito sucesso e que, convenhamos, é apaixonante: estou falando da pesca esportiva.

Isso mesmo! Cada vez mais, essa modalidade tem crescido no Brasil. Tanto é que há pesqueiros às margens de rios, de represas e de lagos. As várias modalidades são cheias de opções.

Aquela história: “ah, não tenho paciência pra isso!”, já ficou pra trás. – Hoje, com um bom conjunto de varas, carretilha e linhas adequadas, você pode fisgar exemplares incríveis com os ‘Tambas’, Pintados, Piraras, Dourados e vários outros.

Além da emoção de fisgar um desses, o contato com a natureza e a convivência com amigos e familiares renovam a alma e fazem desse esporte algo que realmente vale à pena.

O bacana é que hoje, a pesca esportiva preza a preservação das espécies, então, na maioria das vezes, a ideia é fisgar o bicho, tirar aquela foto e devolvê-lo à vida.

Isso porque se você tiver em um pesqueiro, o valor de um peixe como o Dourado, por exemplo, sairia bem salgado. Pensando dessa forma, o supermercado seria a melhor opção se você pretende comer aquele peixe frito ou assado.

Não podemos esquecer das famosas tilápias, muito comuns aqui em nossa região e que não exigem equipamentos caros e pesados. Elas podem ser fisgadas desde o método tradicional  com varinhas de bambu e com molinetes mais equipados.

Tem também a turma da beira do rio, nos famosos ranchos. Essas turmas fazem a alegria dos grupos que são apaixonados pela natureza e que respeitam uma boa comida de fogão à lenha, acompanhada de uma moda de viola.

Enfim, o fato é: a pesca esportiva faz muito bem à saúde da alma e tem feito à alegria de muita gente no Brasil.

Se você está curioso, faça o teste! Na próxima ‘folguinha’, pegue seus filhos, junte suas tralhas, consulte alguns pesqueiros e pontos de pesca próximos de você e experimente. – Garanto: não vai se arrepender!

Fábio Ribeiro
Colunista da Folha On Line