MORTE NA BR-267. Acidente fatal ocorreu após ponte sobre o Rio Machado
1 de julho de 2021
“PACIÊNCIA”. A arte de saber suportar os desafios impostos pela vida
3 de julho de 2021

EDITORIAL – ‘Rashomon’ e a UTI de Machado

Colunista Edelson - Folha Machadense

EDITORIAL

‘Rashomon’ e a UTI de Machado

Edelson Borges
Diretor da FOLHA

A palavra ‘Rashomon’ vem do título do filme japonês homônimo, escrito e dirigido por Akira Kurosawa em 1950. Na obra que impactou o cinema mundial, Kurosawa relata uma série de assassinatos, segundo perspectivas de diferentes testemunhas. E, a divergência entre os relatos impede que o espectador conheça a verdade dos fatos. – Assim, tem se desenrolado a novela criada, recentemente, em torno da UTI que será montada na Santa Casa de Machado, com recursos pagos pelo povo, através do recolhimento de impostos; apenas, repassados pelo Município.

Mas, ao contrário da narrativa criada em torno da UTI [como na magistral obra do japonês Akira Kurosawa], é possível identificar os autores da tentativa de salvar vidas, mesmo que esses atores não estejam em cena, no atual momento. Esta novela tem quase 09 anos e tem um roteirista: Messias Martins, o Melão. Queiram ou não, foi Melão que iniciou os trabalhos e, sozinho, brigava pela instalação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva em Machado.

Como em política, muitos querem pegar carona no dinheiro que sai do bolso do contribuinte, as mortes pelo Coronavírus inundaram as redes sociais de mentiras e/ou falsas verdades.

Em 1898, o economista Thorstein Veblen estabeleceu bases para uma nova forma de ver a racionalidade humana. Para ele, a racionalidade humana seria guiada por crenças e costumes da sociedade na qual estava inserido. Pois é: hoje, vivemos tempos de inversão de valores, da falta de honestidade e de total ausência de caráter. Pelo menos é que o vimos, diariamente, nas redes sociais. Infelizmente!

Em 1960, o economista Herbert Simon apresentou outra forma de tratar a racionalidade humana. Simon defendeu que o homem, apesar de ser realmente racional, por questões neurolinguísticas, o era de forma restrita. Para ele, o homem teria uma racionalidade limitada.

Herbert Simon explica: para ele, em uma comunicação, a questão do nível de nossa maturidade diante da complexidade da mensagem interfere no processo de interpretação. Desta forma, quando se segmenta a notícia, se interrompe capítulos e se ‘despersonifica’ o receptor. Truncam-se os fatos para tentar transmitir a imagem do Rei supremo. Mentira!

Mas, uma mentira contada muitas vezes, dentro deste contexto, passa a ser verdade. Os monarcas absolutistas faziam isso. Extorquiam o povo, com impostos, guilhotinavam cabeças de rebeldes em praça pública e promoviam festas em seus castelos para comemorar os feitos. – Por isso, nos dias de hoje, imprensa livre, nem pensar

Verdades proclamadas em redes sociais não se sustentam numa releitura isenta e baseada em fatos históricos. Graças ao leitor, seus colaboradores e articulistas e, aos anunciantes, a FOLHA caminha para quase meio século de verdades absolutas. “A César o que é de César; a Deus o que é de Deus”, relatam os evangelhos de Mateus e Marcos.

Tentar acelerar um processo de construção de uma UTI, para tentar ganhar louros políticos, é tentar usurpar a história e o longo caminho traçado.

Os recursos recebidos pela Santa Casa de Machado, através de verbas diretas dos cofres do Município, são fruto dos impostos pagos pela cabeleireira, pelo pipoqueiro que se organizou numa MEI ou por grandes empresas instaladas no Município.

E, as obras construídas em vários Municípios Brasil afora, com recursos do FINISA, conquistados junto à Caixa Econômica Federal e outras instituições bancárias, também são pagos pelo contribuinte.

As comunidades virtuais e grupos de troca de mensagens estão infestados de súditos, pagos com recursos públicos, para defender posicionamentos X, Y ou Z, dependendo da pauta da semana.

Que a UTI, que deverá estar pronta em 40 dias, sirva para salvar vidas; que seus verdadeiros defensores não sejam esquecidos e que o povo saiba que é do seu bolso que brotam as obras.

Salve a obra de Akira Kurosawa! Salve o Povo Brasileiro!

EDITORIAL PUBLICADO NO JORNAL FOLHA MACHADENSE. 03/07/2021.

Colunista Edelson - Folha MachadenseEdelson Borges da Silva, jornalista, diretor-responsável pela FOLHA MACHADENSE.

Olá, em breve o atenderemos. Obrigado.

Fale conosco pelo Whats