sábado, 18 de maio de 2024

A informação a um clique de distância!

Faça o seu login ou Assine a folha

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Email

Brasil reafirma à Venezuela que é a favor de eleições

Palácio do Planalto
Reprodução

Palácio do Planalto


O assessor especial do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Celso Amorim, conduziu uma conversa na última sexta-feira (2) com o presidente da Assembleia Nacional da Venezuela, Jorge Rodríguez. Durante o diálogo, Amorim reiterou a posição brasileira em relação ao acordo firmado em outubro de 2023, que estabelece a realização de eleições no país sul-americano.

A conversa ocorreu em um contexto delicado, marcado pela decisão da Suprema Corte venezuelana de impedir a candidatura presidencial da principal líder da oposição a Nicolás Maduro, Maria Corina Machado. Essa medida provocou reações dos Estados Unidos, que impuseram sanções à Venezuela.

Segundo comunicado emitido pelo Palácio do Planalto, os acordos estabelecidos para a realização das eleições presidenciais deste ano foram resultado de um processo de diálogo entre o governo e a oposição, com mediação da Noruega. Esses acordos contaram com o apoio do Brasil, dos Estados Unidos e de outras nações.

O governo brasileiro reafirmou seu compromisso com a continuidade dos diálogos na Venezuela e incentivou ambas as partes a construírem confiança mútua.


Além disso, o Brasil expressou sua oposição às sanções impostas à Venezuela, ressaltando que tais medidas violam o direito internacional e prejudicam diretamente a população venezuelana.

A conversa entre Celso Amorim e Jorge Rodríguez teve como objetivo manter um diálogo diplomático e de busca por soluções pacíficas para os desafios enfrentados pela Venezuela.

Fonte: Nacional